0
  • DE
  • EN
  • FR
  • Base de données et galerie internationale d'ouvrages d'art et du génie civil

Publicité

Conforto térmico em ambientes semi confinados: Proposição de Modelo Adaptativo

Auteur(s):

Médium: article de revue
Langue(s): portuguais
Publié dans: PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, , n. 4, v. 1
Page(s): 42
DOI: 10.20396/parc.v1i4.8634500
Abstrait:

Este artigo apresenta uma verificação empírica de modelos de conforto térmico para avaliação de ambientes térmicos semi-confinados na cidade de São Paulo. O método adotado é dedutivo, por meio de simulações de modelos preditivos, e experimental indutivo, realizando-se levantamentos de campo de variáveis microclimáticas (temperatura, umidade e velocidade do ar e temperatura radiante média), individuais (metabolismo e isolamento da roupa) e subjetivas (sensação térmica). Os modelos de conforto térmico foram processados computacionalmente. Empiricamente, 886 questionários foram aplicados em 24 situações microclimáticas. Os resultados da simulação foram comparados com os dos levantamentos empíricos. Com base nos resultados, o modelo adaptativo de temperatura operativa neutra mostrou-se o mais apropriado. Esse modelo foi reconsiderado por meio de proposição de nova equação que proporciona resultados mais significativos para espaços semi-confinados em São Paulo.

Structurae ne peut pas vous offrir cette publication en texte intégral pour l'instant. Le texte intégral est accessible chez l'éditeur. DOI: 10.20396/parc.v1i4.8634500.
  • Informations
    sur cette fiche
  • Reference-ID
    10412026
  • Publié(e) le:
    12.02.2020
  • Modifié(e) le:
    12.02.2020