0
  • DE
  • EN
  • FR
  • Base de données et galerie internationale d'ouvrages d'art et du génie civil

Publicité

Análise do emprego de armaduras treliçadas planas como alternativa tecnológica para a execução de vergas em alvenaria estrutural

Auteur(s):




Médium: article de revue
Langue(s): portuguais
Publié dans: Ambiente Construído, , n. 1, v. 13
Page(s): 51-73
DOI: 10.1590/s1678-86212013000100005
Abstrait:

Esse trabalho tem por objetivo avaliar o comportamento mecânico de vergas em alvenaria estrutural, executadas com blocos cerâmicos vazados, treliças planas e grampos verticais. O programa experimental consistiu na confecção de três modelos de vergas: vergas grauteadas, com armadura de flexão nas canaletas da abertura; vergas com blocos estruturais vazados e treliças planas; e vergas armadas com treliças planas e grampos verticais. Os resultados dos ensaios indicaram que as rupturas ocorreram por influência das tensões de cisalhamento, com fissuras inclinadas e esmagamentos na parte superior dos blocos. Os modelos grauteados resistiram a cargas maiores em relação aos demais. Contudo, os modelos com treliças planas e grampos verticais suportaram intensidades de forças maiores em relação apenas aos com treliças planas. O esforço cortante último resistido pelas vergas grauteadas foi inferior ao calculado a partir das recomendações da 15812-1 (ABNT, 2010) e NBR 15961-1 (ABNT, 2011). A verificação do esforço cortante último resistido pelas vergas com treliças planas e dos modelos com treliças planas e grampo, admitindo os mesmos limites de resistência ao cisalhamento estabelecido para as vergas grauteadas, permitiu concluir que, para o dimensionamento de vergas armadas na junta de assentamento, esses limites não podem ser aplicados, resultando em menores resistências.

Structurae ne peut pas vous offrir cette publication en texte intégral pour l'instant. Le texte intégral est accessible chez l'éditeur. DOI: 10.1590/s1678-86212013000100005.
  • Informations
    sur cette fiche
  • Reference-ID
    10413005
  • Publié(e) le:
    12.02.2020
  • Modifié(e) le:
    12.02.2020